Blogger Templates by Blogcrowds

Moviemix

A Praga Dos “Filmes Zumbi”
Por Anabela


Não querido leitor (se é que eu tenho algum); não é “filme de zumbi” é “filme zumbi” mesmo.
Explico:
Podem me chamar de saudosista, rabugenta, o que for... Não estou nem aí! Compreendo que a crise de bons roteiros deva levar muito estúdio ao desespero, ao ponto de um jogo virar filme sem pé nem cabeça; mas vem cá... Será que com tantos livros bons esperando para serem adaptados é mesmo tão necessário pegar filmes perfeitos que têm uma legião fiel de fãs e arruiná-los em refilmagens horrorosas, descerebradas e sem alma? Sério mesmo, parece que os caras fazem de propósito para irritar os fãs! Acordam em um belo dia com apetite para ganhar uns trocados e escolhem aleatoriamente a próxima vítima do massacre.
Recentemente aconteceu com uma pequena obra prima dos anos 80 do brilhante Alan Parker, Fama. O original de 1980 tem um elenco talentoso e praticamente desconhecido e conta a estória de um grupo de alunos novatos em uma prestigiosa escola de artes em Nova York. Teve duas de suas canções indicadas ao Oscar, sendo que uma (Fame) cantada por Irene Cara, que também está no elenco, levou o prêmio. A trajetória durante os anos de formação dos 4 alunos que formavam o núcleo central foi contada com humor e emoção, em um roteiro indicado ao Oscar. O filme é recheado de cenas musicais de extremo bom gosto que se tornaram clássicas e foram alvo de citações em outros filmes.
A refilmagem, que passou com toda justiça desapercebida pelos cinemas, tinha igualmente um elenco desconhecido (que com certeza vai se manter assim) e veteranos como a musa dos musicais Babe Neuwirth, pagando mico; só seria mesmo pior, se além das atuações capengas, as coreografias fossem constrangedoras e as músicas fossem um lixo. Adivinhem só? Eram!
Outra vítima indefesa, O Destino do Poseidon de 1972, foi trucidado em uma refilmagem de Wolfgang Petersen, o diretor que adora brincar com água e já havia afundado Tróia. Aqui o caso foi mais grave ainda, porque mexeram com um dos ícones eternos do cinema catástrofe, achando com certeza que seriam absolvidos de tal crime pelos efeitos especiais de qualidade. Gene Hackman, Shelley Winters e Ernest Borgnine, entre outros, foram substituídos por Josh Lucas, Mia Maestro, o irrecuperável canastrão Kurt Russel e a cantora Fergie em uma ponta. Desnecessário dizer que temas legais como a fé vacilante do personagem principal em Deus passaram bem longe dessa versão. Uma coisa porém conta a seu favor: foi um prazer inenarrável ver Fergie morrer afogada depois de cometer um duplo atentado contra as artes do canto e da atuação.
Outros filmes cultuados, queridos e charmosos que foram igualmente zumbificados são A Morte Pede Carona, O Dia Em Que A Terra Parou, Invasores De Corpos e A Última Esperança Da Terra. Lamentavelmente o massacre vai continuar com Karatê Kid, Footloose, Os Caça-Fantasmas, História Sem Fim, RoboCop e ainda muitos outros, com certeza! Todos na fila para serem transformados em zumbis anabolizados sem alma. O que me alivia o coração é saber que essas refilmagens absurdas costumam ser grandes fracassos de bilheteria, muitas vezes nem chegando a se pagar. Praga de cinéfilo injuriado pega... he he he!

5 comentários:

Eh titia, tu tem toda razao... Mas uma coisa q eu achei incrivel, bom na verdade várias coisas sao inacreditaveis, mas tu acredita q vao refilmar o filme Morte no Funeral, poxa o filme eh de 2006 e ja vao fazer refilmagem, ta loco... Bom, sem contar com filmes de quilate como Deixe Ela Entrar, O Hospedeiro, Old Boy... esse, GRAÇAS A DEUS, noticiaram q o filme foi cancelado, agora o resto é só esperar e preparar o riso involuntario. Agora todos em pé e aplaudem a refilmagem de Os Infiltrados, de Martin Scorcese. Porque esse merece os louvores...

24 de novembro de 2009 14:45  

Exatamente! A bronca e a praga são prá cima de quem faz bobagens completamente dispensáveis e abobalhadas, que anulam todo o charme e graça dos filmes originais.

24 de novembro de 2009 15:08  

"O que me alivia o coração é saber que essas refilmagens absurdas costumam ser grandes fracassos de bilheteria"... rsrs, isso me alivia tb!!!

24 de novembro de 2009 18:17  

Opa pior foi o "Invasion of the body snatcher" assassinado 2 vezes para ter certeza que estava bem morto...
Lamento dizer que não é possivel massacrar um filme como Karaté Kid (1, 2, 3 etc ...) o filme ja era natimorto

25 de novembro de 2009 19:00  

belga malvado

25 de novembro de 2009 21:19  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial