Blogger Templates by Blogcrowds

Os Vencedores do DGA

Neste ano a corrida pela estatueta do Oscar está se mostrando cada dia mais difícil. Se em outros anos tínhamos, logo depois da revelação dos indicados, um ou dois favoritos em cada categoria, em 2012 são mínimas as áreas em que se tem certeza de quem vai vencer. Na verdade, não vem à mente nenhum favorito em nenhuma categoria. Os prêmios dos sindicatos, que pipocam aqui e ali, servem apenas para dificultar ainda mais a corrida.

O DGA (Directors Guild of America, o sindicato dos diretores) tornou a peleja dos diretores ainda mais acirrada. Particularmente, considerava Martin Scorsese como o "pré-favorito" ao prêmio. Dois motivos embasavam minha teoria: este ano a Academia parece querer dividir os prêmios, distribuir estatuetas para quase todos os filmes em diferentes categorias, assim, não seria errôneo pressupor que O Artista venceria como Melhor Filme e Scorsese como Diretor. A vitória de Michel Hazanavicius na noite de sábado (28/01) atesta contra minhas apostas. O sindicato dos diretores não erra há quase uma década. Todos os vencedores dos últimos oito (!) anos levaram a melhor também no Oscar. Ano passado, quando Tom Hooper foi galardoado com o prêmio máximo da premiação, muitos achavam que sua sorte não surgiria na noite do Oscar; muitos apostavam na vitória de sua obra como Melhor Filme, mas não acreditavam num prêmio de Melhor Direção. A cerimônia de 2011 chegara ao fim entregando quatro prêmios ao longa britânico, entre eles Direção e Filme, comprovando mais uma vez que o DGA raramente erra (o sindicato errou apenas 6 vezes desde de sua criação, sendo a última ao premiar Rob Marshall, por Chicago, enquanto os acadêmicos preferiram Roman Polanski, merecidamente, por seu trabalho em O Pianista). O segundo motivo é simples: Scorsese merece mais um Oscar. Grandes nomes já levaram duas estatuetas para casa, e Martin não ter esse detalhe no currículo é um absurdo. Até Tom Hooper (quem era - é - Tom Hooper?) tem um Oscar precoce na estante, por que o velho Scorsese não pode receber outro num curto espaço de tempo (Martin vencera na categoria em 2006, por Os Infiltrados)?

OBS.: A única surpresa do ano no DGA foi a vitória de Patty Jenkins, por seu trabalho no Piloto de The Killing. Concorria também Vince Gilligan, de Breaking Bad, verdadeiro merecedor da honraria.

Assim, sem mais delongas, confira os vencedores nas principais categorias.

Filme (longa-metragem)
Michel Hazanavicius, por O Artista

Filme para TV ou Minissérie
Jon Cassar, por The Kennedys

Série - Drama
Patty Jenkins, por The Killing

Série - Comédia
Robert B. Weide, por Curb Your Enthusiasm

Documentário
James Marsh, por Project Nim

7 comentários:

Caramba!!! Até eu achava que Scorsese ganharia o DGA!!! É... É oficial!!! The Artist vencerá o Oscar 2012.

29 de janeiro de 2012 13:40  

Pois é... Aquela heterogeneidade que esperávamos parece que não acontecerá. O Artista parece que irá monopolizar a premiação, levando, além de algumas técnicas, os prêmios de Direção e Filme. Ainda não assisti a fita, mas seria bacana ver Scorsese ganhar de novo...

29 de janeiro de 2012 13:47  

Né...
Eu não suporto esses filmes papa prêmio.
Poxa... Não gosto de filmes que monopolizam as premiações. Eu nunca torço para quem venceu nos últimos anos... A ultima vez foi em Menina de Ouro em 2005.

29 de janeiro de 2012 16:36  

Eu também não curto esses filmes que roubam tudo, principalmente porque, na maioria das vezes, eles não merecem. Assim como você, nos últimos anos tenho torcido contra todos os vencedores. Ano passado torcia para A Origem, que perdeu para A Rede Social... O último ano que fiquei satisfeito com a vitória é mais longinquo que 2005: data de 2003, quando O Retorno do Rei papou onze Oscar, incluindo Melhor Filme e Direção. Mas o pior caso de todos é mesmo o de "Quem quer ser um Milionário?"; aquela "coisa" ganhou oito (!) Oscar em 2009... Um horror, e o pior Oscar da década passada...

29 de janeiro de 2012 20:30  

Verdade!!! Eu torcia (pra variar rs) por O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON. Ano passado eu torcia por Cisne Negro. E este ano por Histórias Cruzadas. Eu sofro com os vencedores do Óscar hahaha

29 de janeiro de 2012 21:25  

Eu torcia por Ben Button também! O melhor daquele ano, disparado!

29 de janeiro de 2012 22:25  

Eu torci por Brockeback em 2006, Pequena Miss Sunshine em 2007, Juno em 2008...

30 de janeiro de 2012 09:25  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial