Blogger Templates by Blogcrowds

A Semana em Cartaz

A partir de hoje, comentarei sobre os cartazes que surgiram no decorrer da semana, darei minha opinião dos mais bonitos aos mais "cavernosos". O Richar postava alguns cartazes na seção "Pôsters" e continuará postando, não se preocupem, mas aqui eu criticarei, darei nota e debateremos qual é o mais belo e o mais feio na sua opinião. Vamos lá então...

Criativo, assim podemos classificar um dos teaser-pôster de "Repo Men". A trama se passa em um cenário futurístico, onde a humanidade adquiriu a capacidade de viver por mais tempo graças a órgãos ultratecnológicos desenvolvidos pela empresa chamada A União. O grande porém dessa situação é que tais órgãos são excessivamente caros e, caso o usuário não pague, a empresa envia os chamados Repomen para retomar a mercadoria… seja de qualquer forma. O personagem de Jude Law é Remy, um Repomen, um dos melhores da empresa, que, um certo dia sofre um ataque do coração e quando acorda fica sabendo que no seu corpo bate um coração fabricado pela empresa A União, e com isso adiquiriu uma enorme divída. Quando Remy não consegue pagar, a empresa envia seu ex-parceiro, vivido por Forest Whitaker, para pegar o coração de volta. O cartaz é bem interessante e passa muito bem a ideia do filme. De certa forma é e não é ambíguo, o teaser pôster mostra diretamente do que pode ser o filme, e após ler a sinopse tudo fica bem claro. É inteligente e engraçado. A trama parece ótima, e tomara que o filme seja inventivo e interessante como o cartaz. Nota: 8,5

Sabe aquele cartaz, que você tem na parede, ou está guardado e você não se desfaz nem por um decreto? Seja cartaz de um filme ou de uma banda, você o tem como um filho e mesmo estando surrado você o guarda com todo o carinho. Se você não tem, vai ter ou já teve. Cinéfilos geralmente tem, você deve ter um. O teaser-pôster de "The Runaways" passa muito bem essa sensação de "cartaz velho da banda favorita". Mas é aí que está a pegadinha e a melhor parte do cartaz. Se você prestar atenção verá que se trata da capa de um LP. Sim, preste atenção nas bordas e no centro do cartaz. Note as marcas do disco. Detalhista e inteligente o cartaz parece ser o que o filme não é. O filme não deve ser lá grandes coisas, mas é o típico filme: "sei que não é excelente, mas sou curioso e vou assistir". Dakota Fanning tá com pinta que vai entregar um atuação de "cair o queixo". Já Kristen Stewart, apesar de linda, está longe de ser uma boa atriz (sim, eu acho ela muito linda). Um belo e criativo cartaz, sem dúvida. Vende seu produto (no meu ponto de vista, um cartaz tem de ser primeiramente belo, para que chame atenção, afinal, quem pare para ver um cartaz feio? Em seguida, o cartaz deve vender seu produto, de maneira inteligente e criativa) e enche os olhos. O preto com vermelho deu uma boa cominação, e a cereja com alusão à uma bomba ilustra bem a vida tumultuada e atípica das garotas (A banda tem uma música chamada "Cerry Bomb", o cartaz faz alusão da tal música). Nota: 9,0

O grande problema dos pôsters de filmes de ação é que a maioria deles é sem graça e previsível. Poucos são os que inovam na arte dos cartazes. Todos usam a mesma técnica e não colocam alma na propaganda. Eles simplesmente colocam os rostos dos astros, uma cena de ação (para chamar atenção, claro) o nome do filme e só. E é claro, se o diretor, ou produtor, ou roteirista ou faxineiro tiver um campeão de bilheteria no currículo, tudo fica mais fácil, aí eles enfeitam o cartaz com "Do diretor de ....." ou "Dos criadores do pôlemico ......." e por aí vai. Felizmente, nenhuma destas frases aparece no pôster, mas os rostos em foco e em fila estão lá. Falta originalidade nos cartazes de filmes do gênero. Até agora "O Lobisomem" (não venha dizer que é terror, pois duvido...) tinha apresentado cartazes, que se não fossem excelentes, ao menos eram interessantes. Seguindo sempre a mesma cartilha dos outros cartazes já lançados do longa, este novo é preto e a arte já parece ficar repetitiva. Talvez este seja o pior cartaz do filme lançado até agora. Uma pena, pois o cartaz (como eu não canso de dizer) vende seu produto, e qualquer tropeço que a equipe de "O Lobisomem" dê, já é um perigo, pois o longa vem sendo adiado há muito tempo (o que não é sinal de coisas boas), então é preciso tomar cuidado, chamar e desviar atenção do público para longe de tais problemas. O cartaz é tecnicamente bem feito, mas não inova e passa a impressão de "déja vu". Nota: 4,0

Matheus Pereira
____________________________________________________________________

1 comentários:

O cartaz de Runaways é ótimo! Faz uma síntese perfeita do filme e estéticamente é muito bonito; já o filme, como vc disse...Bem, só esperando prá conferir.

7 de fevereiro de 2010 12:37  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial