Blogger Templates by Blogcrowds

De Cinéfilo Pra Cinéfilo

"O Declínio da TV aberta brasileira"

Por Matheus Pereira

A TV aberta a cada dia perde um pouco de sua graça. Todos sabem que a TV aberta se resume em 80% à Rede Globo. A Record e o SBT correm, tentam, mas a "poderosa" está sempre na frente. Sinceramente, a Record é uma emissora que nem precisava existir, a começar pelos seus donos e diretores, ladrões da tal Igreja que todos sabem o nome (respeito as pessoas que frequentam, mas os "chefões" são verdadeiros ladrões), se for preciso veicular uma notícia infundada a Record veicula, com uma programação chata e capenga, com as piores novelas da televisão brasileira (meu Deus, o que era aquela novela dos mutantes?) e a seleção de filmes mais desrespeitosa com o cinema, a Record só se esforça para ganhar da Globo. Não se esforça em fazer os espectadores bem, não se importa com o que os outros acham, só querem passar um ponto no ibope, isso pra eles, é motivo para fazer uma festa em comemoração à "vitória". A começar pelo péssimo reality "A Fazenda" com "artistas" (todos no anonimato ou em decadência), é falso até o fio de cabelo.

O SBT até que diverte. Tem lá seus momentos de inspiração (o programa Qual é o Seu Talento até que é assistível), mas tem seus momentos de "vergonha alheia" (Sílvio Santos, o melhor apresentador da TV aberta do Brasil, é o protagonista da maioria). A programação de filmes até que é boa, este ano a emissora promete Eu Sou a Lenda (7,0), O Cavaleiro das Trevas (10,0), Harry Potter e a Ordem da Fênix (8,0) entre outros. Dentre as novas séries a emissora anunciou para 2010 Gossip Girls, The Vampire Diares, entre outras. A emissora possui alguns programas interessantes, porém a maioria é derivada de programas estrangeiros. Uma emissora que fica no canto e não atrapalha ninguém, faz o serviço que tem de fazer e não passa dos limites.

A Band, coitada, o único programa realmente "quase imperdível" é o CQC, que pelo visto, está ou de férias ou foi extinto. A Rede Tv é a emissora das fofocas e do péssimo programa humorístico Pânico. Sei que o programa tem uma horda de fãs, mas o humor dos caras é péssimo. Um humor saudável é aquele que respeita, que sabe dos limites e não abusa. Para ser engraçado um homem não precisa andar pelado na rua em plena luz do dia, se eu visse o sujeito (que nem sei o nome e nem quero saber) andando nem que seja de sunga na rua, chamo imediatamente um policial, afinal, há crianças e mulheres que não merecem estar vendo uma cena tão degradante como um homem feio, gordo e mal educado andando de sunga ou pelado. Os "humoristas" abusam em suas brincadeiras. Debochar é válido, mas um deboche sadio, não uma falta de respeito. Se for preciso humilhar uma pessoa ou artista (não importa o QI da pessoa) eles fazem, se precisar deixar a pessoas numa situação degradante, os tais humoristas deixam. Com quadros sem graças, humoristas péssimos (aquele homem pintado de prata é péssimo e absolutamente sem graça) e criatividade zero, Pânico na Tv deveria sem extinto da televisão, e poupar que as crianças assistam esta afronta ao bom senso e a inteligência, e para que menos pessoas fiquem retardadas olhando tal programa, em que um dos quadros se resume a um homem se submetendo a testes físico, dentre os quais, deixar um muro de tijolos cair sobre a cabeça.

Estreou esta semana o sucesso de público Big Brother Brasil 10. O programa tenta mudar e tem uma boa direção, mas não convence como antes. Até diverte, mas algumas coisas são, digamos, premeditadas pela direção e organização do programa, inclusive quem entra e quem sai. O programa ás vezes exagera na tentativa de ser polêmico: um drag queen(que até parece boa gente), um gay emo escadanloso (não tenho preconceito com gays ou emos, mas sim, com escadanlosos), uma lésbica e uma policial que nem sabe se vai continuar no serviço após o reality. Dentre muitos exibidos, barraqueiros e metidos a intelectuais, um ou dois se destacam, mas estes ainda não apareceram. É uma pena que todos, nesta temporada, virem os olhos só pro reality e só para o Carnaval e esquecem das outras coisas: cinema, tetro, passeios, e outras coisas fundamentais. Uma coisa eu garanto: não deixarei de assisti um filme ou conversar com meus amigos na comunidade ou no blog para ver BBB, faça me o favor!

Com tanta coisa ruim na TV aberta, resta assistir alguns programas na TV fechada, que também não trás muita coisa boa, afinal, de sessenta canais só assisto cinco...

Recomendo um cineminha, um DVD, uma pipoca, um blog como o nosso e a festa está feita!

2 comentários:

Nessas férias a Globo está me surpreendendo... Foram exibidos filmes como Moulin Rouge, Minority Report, Conduta de Risco, Os Produtores,O Patriota, Melhor é Impossível e Nove Rainhas, filme que estava procurando a tempos. O único problema é o horário, sempre de madrugada...

23 de janeiro de 2010 17:34  

Pois é "me", a Globo anda mesmo surpreendendo, ontem mesmo, deu Sociedade dos Poetas Mortos, outro dia deu "O sexto sentido". A Globo está bem de programação, mas acho que é só nas férias...

Abraços, e volte sempre!

24 de janeiro de 2010 12:19  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial