Blogger Templates by Blogcrowds

Os Melhores Filmes de Tim Burton



1
http://fanart.tv/fanart/movies/162/hdmovielogo/edward-scissorhands-5180284ef05a3.png

A primeira parceria entre Tim Burton e Johnny Depp é também a melhor até aqui. Edward Mãos de Tesoura é a síntese perfeita do estilo de Burton e do que ele representa. Além de que Edward é o típico papel perfeito para Depp. Um dos filmes mais sentimentais de Burton – algo raro, já que o diretor se afasta das emoções na maioria das vezes –, este belo clássico fez parte da infância de muita gente e até hoje se mostra significativo. Os anos passaram e a mistura do mundo escuro de Edward com o universo colorido da família adotiva não se tornou datada. Muito se vale pela direção de arte e os figurinos que deram um toque atemporal ao longa. Também pudera. A história de amor e superação vista no filme é conhecida da plateia, e não tem tempo ou espaço definida. A trilha de Danny Elfman, compositor recorrente na filmografia do diretor, completa o pacote com o tom de fábula triste que viria a se tornar uma marca registrada do cineasta único que é Tim Burton.

http://fanart.tv/fanart/movies/2668/hdmovielogo/sleepy-hollow-51799719c969f.png

Qual seria o resultado da união entre Tim Burton e o diretor de fotografia Emmanuel Lubezki, um dos melhores no que faz? A resposta é este absolutamente lindo A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça.Goste ou não do filme, aprove ou não o roteiro, o fato é que, esteticamente, o filme é perfeito, um dos mais caprichados de Burton. A fotografia de Lubezki investe nos tons sépia e em paletas dessaturadas, além, claro, de revelar um mundo completamente colorido e distante da morbidez de Sleepy Hollow cada vez que visita a infância do jovem Ichabod Crane. Reprisando mais uma vez a parceria com Johnny Depp, o diretor investe novamente no típico universo que adora abordar. Numa releitura da velha lenda do cavaleiro sem cabeça, Burton alia violência – e uma dose certa de sangue – com o velho humor negro. O que fica é um longa divertido, envolvente e que marca um ponto alto na carreira da dupla Burton-Depp.


http://fanart.tv/fanart/movies/587/hdmovielogo/big-fish-51d08ad4451c2.png

Tim Burton deixa a escuridão – e Johnny Depp – para trás, mas não larga a mão das fábulas. Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas é um filme alegre, colorido, mas não deixa a melancolia de lado. Investindo novamente nas relações entre os personagens e numa dose considerável de emoção, Burton se mostra à vontade no universo de Peixe Grande e seus personagens estranhos. Ewan McGregor parece ter entendido o estilo do diretor e se mostra à vontade como o protagonista dessa história cheia de simbolismos e mensagens. Tem a história de amor, a relação entre pai e filho, as descobertas, as surpresas, as lições de vida e, claro, a direção de arte. E os figurinos. E a fotografia também. Não há filme de Tim Burton que decepcione nesse quesito. Mas isso não é o mais importante da história, os personagens são, e os vistos aqui são alguns dos melhores que o diretor levou às telas.

4

http://fanart.tv/fanart/movies/3933/hdmovielogo/corpse-bride-512094a503884.png

Tim Burton já se envolvera com stop-motion anteriormente, mas até então não havia dirigido nenhuma. Se em O Estranho Mundo de Jack Burton emprestara o estilo, em A Noiva Cadáver Burton imprime seu talento em cada frame. Johnny Depp e Helena Bonham Carter emprestam suas vozes aos adoráveis personagens e a curiosa história ganha vida através da música e do visual gótico. E o diretor não tem vergonha de até mesmo assustar as crianças e afugentar os adultos: uma das canções – que representa um dos melhores pontos do filme – fala, basicamente, que a nossa hora vai chegar, a morte virá, não importa quem somos. É uma das obras mais bacanas do cineasta e trás, ainda, além de todas as suas características, um pequeno cachorro-esqueleto que acompanha o protagonista onde quer que este vá. Pode não ser o melhor programa para as crianças, mas certamente é perfeito para os fãs do diretor.


http://fanart.tv/fanart/movies/522/hdmovielogo/ed-wood-5268fa11c1308.png

É curioso como todos os filmes de Tim Burton parecem perfeitos para o diretor. Até Alice no País das Maravilhas, uma história clássica e que conta com várias versões, tem o estilo característico do cineasta. Mais impressionante é o fato de uma biografia parecer ideal para Burton. Também pudera, já vida de Ed Wood e todas as histórias que o cercam parecem passagens dos filmes de Tim Burton. De todo modo, Ed Wood é uma obra mais acadêmica, menos chamativa e exagerada como Os Fantasmas se Divertem ou Marte Ataca. Na segunda parceria com Johnny Depp, Burton conta com a presença ilustre de Martin Landau e ainda com as presenças de Bill Murray e Sarah Jessica Parker. Mas não é só uma cinebiografia, é um conto de amor de fã para ídolo, uma história sensível para um homem que, bom ou não no que fazia, amava a profissão, ou melhor, a vida.

2 comentários:

Olá!
É aquela época do ano outra vez. E volto a te convidar para participar do Bolão do Oscar do "DVD, Sofá e Pipoca". (http://goo.gl/pZrkOf)

Te esperamos lá, e boa sorte!

17 de fevereiro de 2014 11:06  

Oi Matt... Curti a lista!!!

29 de setembro de 2014 22:26  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial