Blogger Templates by Blogcrowds

TOP 20 - Os Melhores da Década: 18º

TOP 20
Os Melhores da Década
18º - King Kong (2005)

Direção: Peter Jackson
Roteiro: Fran Walsh e Philippa Boyens
Elenco: Naomi Watts, Jack Black, Adrien Brody, Andy Serkis
País de origem: Estados Unidos/Nova Zelândia
Gênero: Ação/aventura
Duração: 187 min.


Qual seria seu próximo passo logo após terminar a maior e melhor saga do cinema? Faria um outro filme em larga escala ou algo mais modesto? Peter Jackson optou pela primeira alternativa. Depois de trazer novos ares ao cinema com o espetáculo narrativo e visual "O Senhor dos Aneis", Jackson resolveu refilmar seu filme favorito de infância: King Kong. Alguns torceram o nariz outros vibraram. Seria algo totalmente novo, mas com os pés no original. Com o centro da narrativa sendo mantido e a história se passando nos anos trinta, Jackson começou a filmar seu sonho. Do mesmo jeito que aquela antiga produção enxeu os olhos na época, esta nova versão deixou o público de boca aberta. O perfeccionismo de Jackson salta aos olhos em cenas de ação de tirar o fôlego. Assim como James Cameron e Steven Spielberg, Jackson sabe brilhantemente conduzir um grande espetáculo que possua alma e história. Focando em seus personagens e suas emoções, Jackson sonsegue uma proeza que já consiguira com Gollum de "O Senhor dos Aneis": fazer com que um personagem digital nos passe emoção. Um gorila gigante, por sinal. Com um simples olhar, o gorilão nos diz tudo sem dizer nada. Muitos criticaram Jackson pela escolha do elenco. Começando pelo magrelo Adrien Brody como heróis, passando por Jack Black (comediante em aventura...). Os únicos que pareciam estar corretos em seus papéis eram Naomi Watts (com uma beleza das mulheres dos anos trinta) e... Kong. Eu acho que Jackson acertou em cada escolha, justamente por surpreender e ir contra tudo que era esperado. Um espetáculo inesquecível.


Matheus Pereira

2 comentários:

Este comentário foi removido pelo autor.

15 de março de 2010 00:03  

Sério? Mesmo sendo fã de Watts não consegui gostar deste filme. Achei longo, cansativo e sem brilho. To chegando agora e achei excelente o blog.

15 de março de 2010 00:03  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial